"Incentivar a leitura é a forma mais eficaz de disseminar cultura e valores, incitar a imaginação e despertar a criatividade."
Elaine Sekimura

O Cortiço, por Aluísio Azevedo

A obra busca recriar a realidade dos agrupamentos humanos sujeitos à influência da raça, do meio e do momento histórico.

O Cortiço, por Aluísio Azevedo
Livro: O Cortiço
Autor: Aluísio Azevedo
Versão: Atualizada
Categoria: Literatura Brasileira
Formato: PDF
Lançamento: 1890
Licença: Gratuita
Download: Edição Digital


Sinopse:

O predomínio dos instintos no comportamento do indivíduo, a força da sensualidade da mulher mestiça, o meio como fator determinante do comportamento são algumas das teses naturalistas defendidas pelo autor ao lado de denúncias sociais. O protagonista do romance é o próprio cortiço, onde se acotovelam lavadeiras, trabalhadores de pedreira, malandros e viúvas pobres.

Resenha, por Isabela

Início da leitura:
Comecei a ler este livro por causa da maldita lista do vestibular, mas a história foi ficando boa e eu fui me empolgando.

Detalhes:
Muitos dizem que é chato porque tem muitos detalhes e blablabla, eu não achei, tem descrição sim, pois é naturalista, mas não é entediante que nem uns livros que dedicam um capítulo para descrever a parede da sala.

Linguagem:
Como o livro é antigo, a linguagem é diferente e pode atrapalhar a leitura, mas não é nada de tão absurdo como os Lusíadas ou até Memórias Póstumas.

Enredo:
A história começa a ficar boa mesmo quando as brigas se iniciam, fica como Casos de Familia (perdoe-me Aluísio), por exemplo, um personagem decide gritar para todo o Cortiço que é corno.

O livro, como todo naturalista, conta sobre a sociedade, o que, na minha opinião, é mais empolgante do que a história de uma só pessoa burguesa resmungona porque sua mulher o traiu(ou não).

Frase final (spoiler):
O que mais foi genial é o autor dizendo que "A história se repete em ciclos" mostrando não só que a filha de Piedade será Pombinha e Pombinha Leónie, mas também João Romão se tornará Miranda

Conclusão:
O melhor dos clássicos, foi o que mais gostei da lista do vestibular (na verdade o único que gostei mesmo). A história me empolgou, as brigas me divertiram, os detalhes me fascinaram e a linguagem é até compreensível comparada com outras obras.

"O Cortiço, por Aluísio Azevedo"

Baixar O Cortiço
  • Livro: O Cortiço
  • Editora: Nead
Importante Prós
  • Funcionalidade descomplicada
  • Ótimo desempenho
  • Fácil de ser utilizado
  • Baixo consumo de recursos do dispositivo
Importante Contras
  • Para melhor performance necessita de um dispositivo compatível
  • Interface sem muitos recursos gráficos
Requisitos: Este livro foi desenvolvido para os dispositivos iOS, Readers e alguns recursos podem não funcionar como planejado com um mouse ou trackpad. Para visualizar este livro, você deve ter um dispositivo iOS com iBooks 1.3.1 ou posterior e iOS 4.3.3 ou um Kindle.